O cenário internacional

Espaço Eleitoral gratuito reservado pela lei 666.666/6 de 26 de Agosto de 2006.

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 17 Mai 2018, 18:01

Mas hoje curiosamente Egito e Arábia Saudita são aliados de Israel - exatamente por saberem que o Irã é um inimigo pior. Irã meio que se tornou um país capacho do Putin no Oriente Médio junto com o regime sírio do Assad, então fica difícil dizer o que eles fazem por autonomia própria e o que fazem por ordem da Rússia. A questão Palestina, por exemplo, qual o interesse do Irã em apoiar incessantemente a causa? Por esse ângulo Netanyahu tem todo o direito de não ceder às pressões pela criação do Estado palestino pois o risco do Irã armar até os dentes o novo país é gigantesco ante as evidências.

Durante o governo Obama os EUA tiveram uma postura dura com a Rússia mas amena com o Irã. Já com Trump os americanos indicavam fazer o contrário, mas pelo jeito perceberam que apoiar um é o mesmo que apoiar o outro por tabela, assim como a questão na Síria. Irã sob os aiatolás é um país até mais perigoso que a Coreia do Norte, pois enquanto essa vive de ameaças o outro atua a décadas fomentando conflitos, sem contar que tem potencial bélico muito maior. E a UE vem mantendo a política de apertar o Putin mas afrouxar para os aliados dele, mas ainda acho que a Europa tá passando por aquelas fases dos 5 estágios do luto, tão entre a negação e a raiva. Logo começam a negociar, entram em depressão e no final abrem as pernas. :lol:
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Re: O cenário internacional

Mensagempor Kpetão em 17 Mai 2018, 18:08

Vikström escreveu:JEAN, a Revolução Iraniana tem dois lados. Do ponto de vista econômico, houve um aumento de qualidade de vida incomparável - e aqui estou falando de serviços como saúde e educação, por exemplo, não de valores. O Irã não era nem de longe, como você diz, um país "socialmente próspero", ao menos não desde os tempos do antigo Império Persa. Sob o xá Pahlavi, era um país menos submetido à religião, por um lado, mas atrasado em todos os outros. Enquanto as forças armadas e a família real gozavam da boa vida, o povo passava fome. O Irã era uma monarquia que funcionava num sistema quase feudal, que só começou a mudar no início dos anos 70 até estagnar novamente. Pense no Brasil sob o regime ditatorial de 64, em que o PIB aumentava, mas a população continuava na miséria, pois a concentração de renda ia toda para as mãos das mesmas pessoas, só que num nível muito mais extremo do que o brasileiro. Assim, a revolução foi inevitável e teve amplo apoio de toda a população.

O que não quer dizer que seja uma maravilha. No que concerne liberdade para mulheres, por exemplo, a coisa virou uma merda. A religião tomou conta de tudo e ainda que o país tenha desenvolvido um sistema democrático de representação, a qualquer momento o aiatolá, como autoridade máxima, pode mandar fazer o que quiser, ainda que geralmente se restrinja a aspectos religiosos e jurídicos, porque a Constituição é baseada no Corão. Então sim, a religião que foi esperança do povo é também outra forma de dominação.

O primeiro ponto errado da sua afirmação é atribuir aos aiatolás, que sim, são fundamentalistas religiosos, a responsabilidade por fomentar conflitos com Israel e com sunitas. A principal origem do extremismo religioso no Oriente Médio é o wahabbismo, movimento sunita da Árabia Saudita que durante muito tempo teve apoio da monarquia mais rica da região. Todos os grupos em atividade hoje - Boko Haram, Taliban, Estado Islâmico, Al-Qaeda, entre outros - tem como base a doutrina wahhabista. Até o financiamento desses grupos pode ser traçado até a Arábia Saudita, e essa doutrina vem desde o início do século XX como dominante nas petromonarquias da região. Não há nenhuma maneira pela qual os aiatolás, que surgiram após 1979 apenas, quando o Irã não era uma potência na região, sejam fomentadores do conflito contra sunitas quando já exisitiam inúmeros grupos sunitas tentando eliminar xiitas da face da terra há décadas.

O segundo ponto concerne Israel. Não vou me estender, porque o post já está enorme, mas basicamente antes do Irã se postar contra, o Egito, que é uma potência histórica muito maior, teve décadas de conflitos, diplomáticos e armados, com Israel e era o principal Estado a querer varrê-lo do mapa. O mesmo com a Arábia Saudita e o Líbano. Basicamente ninguém nunca quis Israel na região.


Fazendo um adendo ao post, pra deixar ele ainda mais longo...

Todo o fundamentalismo religioso usado por grupos terroristas pode ser traçado até um único indivíduo: Sayyd Qutb. Egípcio. Escreveu livros sobre a criação de um Estado Islâmico, onde a sharia seria a lei, isto ainda em 1948.

Tudo o que veio depois, Al-Jihad, Al-Qaeda, Boko Haram, Hamas, Hezbollah, os mujahidin afegãos, Talibã, ISIL, ISIS... todos, sem exceção, beberam da fonte fundamentalista que Qutb plantou no Egito. Pra ele, o Egito seria o primeiro grande Estado Islâmico. E a visão extremista dele dá uma guinada quando, no pós-guerra, ele viaja para os EUA para estudar. A destruição que o colonialismo europeu fez com o Egito e Oriente Médio até então, o fazia ter um ódio mortal pela Europa. Mas quando viajou para os EUA, viu com os próprios olhos o que seria o grande conflito do mundo. Para o mundo pós-guerra, o grande conflito era muito nítido: capitalismo x comunismo. Não para Qutb. Para ele, o grande conflito seria o Ocidente Cristão x o Oriente Islâmico. Quando volta para o Egito, junta-se ao grupo Irmandade Islâmica e fica fazendo panfletagem contra o governo egípcio, ainda monárquico, que era pró-Ocidente. Apoiou o golpe de estado feito por Nasser. Mas foi traído por Nasser logo depois. Daí vem um aumento no fundamentalismo religioso dele. Agora ele justifica a morte dos Jahiliyyah, que é um termo usado para explicar tudo aquilo que não é islâmico. Ou, que precede o próprio Islã. Nada que não é islã deve existir, e o que precede o Islã também deve ser destruído.

Entendendo o jahiliyyah você entende o ISIS explodindo construções antigas no Iraque, Síria... tudo o que precede o Islã não deve existir.
Imagem
Avatar de usuário
Kpetão
 
Mensagens: 21901
Data de registro: 08 Fev 2004, 20:05
Banda favorita: Metallica

Re: O cenário internacional

Mensagempor Vikström em 17 Mai 2018, 18:31

Não conhecia o background desse cidadão aí, Kpeta. Interessante, vou dar uma lida. E fica aí mais uma prova da origem sunita do terrorismo islâmico organizado.

JEAN HVMT escreveu:Mas hoje curiosamente Egito e Arábia Saudita são aliados de Israel - exatamente por saberem que o Irã é um inimigo pior. Irã meio que se tornou um país capacho do Putin no Oriente Médio junto com o regime sírio do Assad, então fica difícil dizer o que eles fazem por autonomia própria e o que fazem por ordem da Rússia. A questão Palestina, por exemplo, qual o interesse do Irã em apoiar incessantemente a causa? Por esse ângulo Netanyahu tem todo o direito de não ceder às pressões pela criação do Estado palestino pois o risco do Irã armar até os dentes o novo país é gigantesco ante as evidências.

Durante o governo Obama os EUA tiveram uma postura dura com a Rússia mas amena com o Irã. Já com Trump os americanos indicavam fazer o contrário, mas pelo jeito perceberam que apoiar um é o mesmo que apoiar o outro por tabela, assim como a questão na Síria. Irã sob os aiatolás é um país até mais perigoso que a Coreia do Norte, pois enquanto essa vive de ameaças o outro atua a décadas fomentando conflitos, sem contar que tem potencial bélico muito maior. E a UE vem mantendo a política de apertar o Putin mas afrouxar para os aliados dele, mas ainda acho que a Europa tá passando por aquelas fases dos 5 estágios do luto, tão entre a negação e a raiva. Logo começam a negociar, entram em depressão e no final abrem as pernas. :lol:


Nem Egito, nem Arábia Saudita são "aliados" de Israel. O que acontece, no caso egípcio, é que os países retomaram relações diplomáticas nos anos 90 e isso se mantém relativamente estável, mas o Egito ainda é contra a existência de Israel. E o caso dos sauditas eu não sei de onde você tirou que são aliados, sinceramente - semana sim, semana não tem alguém da Arábia pregando o fim do Estado israelense. Os dois países sequer tem relações diplomáticas. O que houve recentemente foram princípios de conversa porque o príncipe Mohammed bin Salman quer modernizar o país e acelarar relações comerciais com países da região, inclusive Israel. A ideia é transformar o país numa Dubai gigante.

No mais, o resto é ponto de vista. Eu acho a postura do Obama com o Irã correta, embora por outro lado ele tenha sido um dos responsáveis pela catástrofe hoje na Líbia, por exemplo.
Avatar de usuário
Vikström
 
Mensagens: 22162
Data de registro: 11 Jun 2005, 14:26
Localização: Curitiba

Re: O cenário internacional

Mensagempor Kpetão em 17 Mai 2018, 19:56

A Arábia Saudita sempre foi aliada, mas apenas de forma comercial, com os EUA. Nunca com Israel. Um dos pontos controversos dos Sauditas - e que envolve Bin Laden e a Al-Qaeda diretamente - foi a invasão propagada pelo Iraque sobre o Kuwait.

Curiosamente, foi Osama Bin Laden quem ficou alertando por meses a família real da Arábia Saudita sobre Saddam Hussein e sua intenção de invadir o Kuwait. Qual era o problema para os Sauditas: eles não possuíam um exército. Eles tinham muito dinheiro, inclusive, a maior compra de armas do mundo, até hoje, foi feita pelos sauditas com os britânicos nessa época. Mas o reino é pequeno, com uma população pequena. Bin Laden tentou convencer os príncipes sauditas de que ele devia liderar um exército para defender a Arábia, porque ele tinha a certeza de que, depois do Kuwait, Saddam ia mirar seu exército de mais de 1 milhão de homens e quase 6 mil tanques para a Arábia Saudita. Bin Laden tinha voltado do Afeganistão vitorioso, junto de seus mujahedins árabes afegãos, e, com a Al-Qaeda, achava que tinha como parar Saddam, afinal, eles derrotaram os Soviéticos.
A família real entrou numa sinuca de bico: deixar um país cristão, aliado direto de Israel - os EUA - entrar no território sagrado do Islã para defender o reino? O Rei autorizou a vinda com a promessa do então Ministro da Defesa dos EUA, Dick Cheney, de que o exército americano iria apenas defender o Reino e botar Saddam pra correr e, no fim do conflito, iam embora. Nunca mais saíram de lá.
Isso abalou muito a imagem da família real com o próprio povo.

Agora, Arábia Saudita aliada de Israel? :lol:
Os sauditas são os que mais financiam grupos terroristas no mundo. Todos eles islâmicos que defendem a criação do Estado Islâmico. Agora, você acha que na utopia do Estado Islâmico, Israel continuará existindo?
Imagem
Avatar de usuário
Kpetão
 
Mensagens: 21901
Data de registro: 08 Fev 2004, 20:05
Banda favorita: Metallica

Re: O cenário internacional

Mensagempor Vikström em 17 Mai 2018, 21:02

Aliás, vamos aproveitar pra falar a verdade aqui: o que é a Arábia Saudita se não um Estado Islâmico que deu certo? É um regime criminoso, terrorista e ditatorial idêntico ao EI, mas funcional e aliado dos EUA.
Avatar de usuário
Vikström
 
Mensagens: 22162
Data de registro: 11 Jun 2005, 14:26
Localização: Curitiba

Re: O cenário internacional

Mensagempor Belzebu em 17 Mai 2018, 21:58

Vikström escreveu:...

O que houve recentemente foram princípios de conversa porque o príncipe Mohammed bin Salman quer modernizar o país e acelarar relações comerciais com países da região, inclusive Israel. A ideia é transformar o país numa Dubai gigante.

Sim, é verdade. Mas tá surgindo também um monte de treta com outros países como o Qatar e o Emirados Árabes Unidos por protagonismo comercial na região... Briga de foice, se fala de "financial war" entre EAU e Qatar, com Arábia Saudita só sabotando os dois paises, enquanto se faz de "mediadora"...

Qatar Crises - http://nationalinterest.org/feature/ame ... isis-23353
Fragile Saudi-UAE alliance - http://nationalinterest.org/feature/the ... ears-23606

Oriente Médio nunca esteve tão instável... Não é à tôa que tá perigoso da Síria ao Yemem até o Irã e além, como todos os países e territórios envolvidos...

Entre a Ucrania e a Siria, a Turquia está no meio... :lol: :lol: :lol:
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

Re: O cenário internacional

Mensagempor Kpetão em 17 Mai 2018, 22:01

A Arábia Saudita tem a grana - e o aparato - para militarizar todos os países islâmicos do Oriente Médio e África e obliterar Israel do Universo. Não o fazem porque a própria existência de Israel ajuda na manutenção do reino. O que seria da Arábia Saudita se não houvesse crises na região? Se eles livram a Síria da guerra, arrumam de vez o Iraque e o Kuwait, com certeza eles terão concorrentes diretos na oferta de petróleo para os EUA e tantos outros países.

Aliás, a 1a Guerra no Golfo foi por causa de petróleo. A descoberta de petróleo no Iraque e no Kuwait já tinha dado uma desestabilizada financeira no reino. O problema foi a ganância de Saddam Hussein em querer invadir o Kuwait e tomar para ele os poços de petróleos do pequeno país. E o próximo alvo dele, não fosse a ajuda americana, seria a Arábia Saudita.

A Arábia Saudita é quase a utopia do Estado Islâmico... o problema é a família real. Quando houve a descoberta de petróleo e começaram a literalmente inundar o país com bilhões e bilhões de dólares, a família real não sabia o que fazer com aquilo. Tem muita história, durante o século XX, de príncipes sauditas que iam viajar e perder meio bilhão de dólares em casinos pelo mundo e tudo bem... Um deles tinha um iate, que ele usava na costa do sul da França para fazer festas... o iate tinha heliporto, um restaurante e um hospital dentro.
Para a sociedade saudita, a família real é uma vergonha. Mas não são burros. Eles têm todo o clero islâmico do país no bolso, então a sociedade é meio que hipnotizada por sermões ouvidos nas mesquitas do país, além da aplicação da sharia.

É uma coisa muito louca a Arábia Saudita. E eles estão sofrendo mudanças sociais agora, as mulheres enfim possuem o direito de dirigir, e reabriram cinemas...
O fundamentalismo islâmico de alguns grupos, como a Al-Qaeda e o Talibã, prega que a única forma pura e sincera de se praticar o islã é fazer o país regredir para a forma de vida do século VII. O que não faz muito sentido para um país onde os caras tem tanto dinheiro que mandam fazer um Audi inteiro de prata... só porque podem. Ou gastam 150 milhões de dólares em um Boeing 747 com um chafariz de ouro dentro...
Imagem
Avatar de usuário
Kpetão
 
Mensagens: 21901
Data de registro: 08 Fev 2004, 20:05
Banda favorita: Metallica

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 18 Mai 2018, 10:33

Arábia Saudita nunca teve boas intenções, mas como o Kpetão disse, é interessante pra ela que Israel exista. Durante o governo Obama Israel ficou isolado, a mudança de postura com Trump, declarando apoio irrestrito e proteção a Israel, muda tudo pois força os sauditas que se fizeram de mosca morta terem uma postura mais efetiva. E vamos lembrar que o conflito no Iêmen acirrou ainda mais as tensões entre os sauditas e o Irã, que tem fomentado o conflito lá. Surgimento desse príncipe saudita com a mente mais aberta é bem vindo, mas tem que ver se ele vai conseguir liderar uma mudança na mentalidade fundamentalista religiosa do país ou se é só fogo de palha.
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Re: O cenário internacional

Mensagempor Belzebu em 18 Mai 2018, 12:51

JEAN HVMT escreveu:...

Surgimento desse príncipe saudita com a mente mais aberta é bem vindo, mas tem que ver se ele vai conseguir liderar uma mudança na mentalidade fundamentalista religiosa do país ou se é só fogo de palha.

Ou ele muda, ou ele se fode... No Oriente Médio é assim...
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

Re: O cenário internacional

Mensagempor Belzebu em 18 Mai 2018, 13:00

1983

Época da guerra Irã x Iraque...

Donald Rumsfeld visita o amigo e aliado Saddam Hussein... Outros tempos...

Imagem

Imagem
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

Re: O cenário internacional

Mensagempor Belzebu em 21 Mai 2018, 21:21

Nicolás Maduro é reeleito presidente da Venezuela

Imagem

Com 92% dos votos apurados, o Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela difundiu um boletim de apuração dando conta da tendência irreversível dos resultados;

Nicolás Maduro foi reeleito com 5.823.728 votos;

Seu principal concorrente, o tukano Henri Falcon, alcançou 1.820.552 votos;

A presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE)da Venezuela, Tibisay Lucena, ressaltou que desde as primeiras horas deste domingo (20), o processo eleitoral transcorreu com tranquilidade em todo o país

Povo venezuelano não é pato... :lol: :lol: :lol:
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 22 Mai 2018, 09:56

Imagem

Acho que nem o Kpeta aqui do fórum tem coragem de declarar apoio ao projeto de Stalin. :blub:
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Mensagempor Belzebu em 22 Mai 2018, 12:06

JEAN HVMT escreveu:
mimimi... :blub:

Chora mais... chora maaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiiissss!!! :lol: :lol: :lol: :lol:
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

Re: O cenário internacional

Mensagempor Belzebu em 23 Mai 2018, 15:40

Venezuela tem gasolina mais barata do mundo

Imagem

O ranking atual dos 20 maiores produtores de petróleo e países da Opep indica que o país onde o consumidor paga menos pela gasolina é a Venezuela; a gasolina mais cara do mundo é a norueguesa

E no Brasil do "Mercado" se paga caro e de péssima quality... :lol: :lol: :blub:
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 23 Mai 2018, 17:14

Gasosa é barata mas eles não conseguem comprar carro, aí lascou. :blub:
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 08 Jun 2018, 09:56

Itamaraty pede para homossexuais evitarem gestos de afeto na Copa

Rússia tem lei de 'propaganda gay' desde 2013 e que pode render até deportação

Mãe do comunismo dando exemplo de tolerância.
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Re: O cenário internacional

Mensagempor Fringway em 08 Jun 2018, 10:01

JEAN HVMT escreveu:
Itamaraty pede para homossexuais evitarem gestos de afeto na Copa

Rússia tem lei de 'propaganda gay' desde 2013 e que pode render até deportação

Mãe do comunismo dando exemplo de tolerância.

A Rússia? Comunista? :lol:
“True, we love life, not because we are used to living, but because we are used to loving. There is always some madness in love, but there is also always some reason in madness.” ― Friedrich Nietzsche
Avatar de usuário
Fringway
 
Mensagens: 5982
Data de registro: 12 Set 2005, 22:04
Localização: Belo Horizonte

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 08 Jun 2018, 10:25

Mãe do comunismo ninguém discute que ela é. Hoje tem um modelo diferente mas que ainda conserva características do comunismo raiz como perseguição a opositores, homossexuais, etc. Normal quando se tem um presidente formado pela KGB. Mas comunista hoje, mesmo, é a Escandinávia. :blub:
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Re: O cenário internacional

Mensagempor Fringway em 08 Jun 2018, 10:41

A Rússia atualmente é mais capitalista do que muito país autodeclarado capitalista-liberal!

Você está juntando classificações autônomas em uma só classe e isso traz diversos problemas para qualquer análise séria do cenário político. Além das vertentes relacionadas ao posicionamento econômico (basicamente, esquerda, centro e direita), existe, pelo menos, o vetor relacionado à liberdade individual, que vai do libertarianismo até o autoritarismo. É totalmente possível você ter um autoritário de esquerda quanto um autoritário de direita. O conservadorismo político não tem um relacionamento tão forte com o posicionamento ideológico-econômico como você diz. Basta você comparar, por exemplo, o Jürgen Habermas, que defende não só uma enorme liberdade pessoal e grande tolerância social, como também a não intervenção estatal em quase nenhum aspecto econômico; e o John Rawls, que, embora seja um grande defensor das liberdades públicas, sustenta que o Estado deve intervir energeticamente no campo econômico para promover a igualdade material.

Esse tipo de argumentação, de atribuir a toda uma categoria as características de parte dela é bastante falacioso, não só porque generaliza algo que não é verdadeiro, como também ignora que tais características estão presentes em outros grupos. A intolerância e a perseguição não são características exclusivas nem da esquerda, como você diz, nem da direita, mas sim de um grupo seleto de babacas, independentemente de seu posicionamento ideológico :up:
“True, we love life, not because we are used to living, but because we are used to loving. There is always some madness in love, but there is also always some reason in madness.” ― Friedrich Nietzsche
Avatar de usuário
Fringway
 
Mensagens: 5982
Data de registro: 12 Set 2005, 22:04
Localização: Belo Horizonte

Mensagempor Belzebu em 08 Jun 2018, 10:58

O Jean continua ainda atrelado na Guerra Fria do século XX... :lol: :lol:

Foi ver muito video do Olavo deu nisso... :blub:
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 08 Jun 2018, 11:00

Mas o comunismo soviético na sua raiz tratava o homossexualismo como uma prática burguesa e tipicamente ocidental. Quem mudou essa visão vendo que poderia ser um grupo útil no processo revolucionário foram os pós modernistas, lá na Rússia o negócio até hoje não funciona muito bem assim não. Tanto que o pessoal tem dificuldade em dizer se Putin é de direita ou esquerda, associando perseguição a homossexuais como algo tipicamente de direita quando, como você disse, não necessariamente é assim.
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Re: O cenário internacional

Mensagempor Vikström em 08 Jun 2018, 16:01

Queria só observar que a perseguição a homossexuais, embora tenha acontecido em muitos locais onde se tentou implantar o comunismo, não está, de maneira alguma, ligado à teoria e ideologia comunista - diferente, por exemplo, de um nazismo, que tinha no cerne o extermínio de grupo X ou Y. Se você pegar o Manifesto Comunista ou as obras completas de Marx não vai encontrar associação entre as duas coisas. Já no caso do Engels, ele não gostava de homossexuais especificamente do sexo masculino, mas isso não está inscrito na teoria.

A homossexualidade era criminalizada em boa parte do mundo até meados do século XX, e a maior parte dos países comunistas só herdou a legislação criminal que já existia.

De qualquer forma, a Rússia é um dos piores lugares do mundo pra fazer parte da comunidade LGBT, sem dúvida, e Putin tem hoje uma grande responsabilidade na forma como isso se propaga no país.
Avatar de usuário
Vikström
 
Mensagens: 22162
Data de registro: 11 Jun 2005, 14:26
Localização: Curitiba

Re: O cenário internacional

Mensagempor Kpetão em 08 Jun 2018, 17:41

JEAN HVMT escreveu:Mãe do comunismo ninguém discute que ela é. Hoje tem um modelo diferente mas que ainda conserva características do comunismo raiz como perseguição a opositores, homossexuais, etc. Normal quando se tem um presidente formado pela KGB. Mas comunista hoje, mesmo, é a Escandinávia. :blub:


A ideologia Comunista surgiu ainda no século XIX, na Europa. Karl Marx, o verdadeiro PAI da ideologia Comunista e Socialista, era alemão. A Social-Democracia, que é a ideologia base da economia escandinava, nasceu na Alemanha e um dos primeiros exemplos práticos dela foi a República de Weimar... na Alemanha.

Então discuto sim sobre a Rússia ser a "mãe do comunismo". Com a subida de Stálin ao poder, instaurou-se o TOTALITARISMO, não o Comunismo. Normal fazer esse erro crasso pra quem não estuda aquilo gosta de criticar.

Mas o Totalitarismo não é uma invenção russa, ou comunista. Os Romanov eram totalitaristas. Não eram Comunistas. Todas as ditaduras militares na América Latina foram totalitaristas. Nenhuma comunista.

Agora, perseguição a homossexuais? Na Rússia Soviética? Peço truco, marreco.
Na União Soviética existia igualdade de gênero, plantar maconha era legal e amplamente utilizada em diversas áreas - inclusive na saúde.

Eu te digo quem perseguiu e matou milhares de homossexuais na Europa, na mesma época da existência da União Soviética. O Partido Nazista na Alemanha. E, perseguição de opositores? Estados Unidos. A caça aos comunistas é uma fase bem conhecida, entre os anos 30 e 50.

Vai chamar algum deles de "Pai do Capitalismo", como fez com a Rússia aí? Ou vai fingir que num tem nada a ver?

Num fode.
Imagem
Avatar de usuário
Kpetão
 
Mensagens: 21901
Data de registro: 08 Fev 2004, 20:05
Banda favorita: Metallica

Re: O cenário internacional

Mensagempor JEAN HVMT em 08 Jun 2018, 18:43

Então, Marx foi o pai do comunismo e a Rússia a mãe, aquela que pariu, transformou o abstrato em realidade. :blub:

Stálin foi totalitário sim, assim como outros regimes ditos de direita, especialmente algumas monarquias absolutistas, ninguém tá negando isso. Mas também tem que separar o totalitário do autoritário. Pinochet foi totalitário, os milicos do Bananão só autoritários. Nem pra totalitaristas serviram senão teriam matado os comunas que estão aí. :blub:

Lenin era contra o homossexualismo, achava que aquilo não era útil para a revolução. Igualdade de gênero na URSS existia sim. Todos era fodidos, homens e mulheres, todos igualmente ferrados. Só a nomenklatura não. :lol:

Argumentum ad hitlerum de novo? Num fode digo eu... :blub:
Imagem
Avatar de usuário
JEAN HVMT
 
Mensagens: 7742
Data de registro: 01 Out 2011, 11:07
Localização: República de Curitiba
Banda favorita: Iron Maiden

Mensagempor Belzebu em 26 Jun 2018, 21:57

Pinochet vendeu cocaína aos EUA, diz o britânico The Guardian

Link - https://amp.theguardian.com/world/2006/ ... drugstrade

Imagem

A fortuna de US$ 26 milhões do ditador Augusto Pinochet também cresceu com a venda de cocaína para a Europa e os EUA, disse um ex-assessor do general segundo reportagem de Jonathan Franklin ao The Guardian;

Em testemunho enviado ao juiz chileno Claudio Pavez, Manuel Contreras alega que Pinochet e seu filho Marco Antonio organizaram uma enorme rede de produção e distribuição para venda de cocaína direcionada ao continente europeu e aos EUA em meados dos anos 80

Bolsonaro quer o mesmo... faz todo sentido querer importar armas pro Brasil...

Imagem
➏➏➏ Belzebu ☠ ✯
Avatar de usuário
Belzebu
 
Mensagens: 3442
Data de registro: 13 Set 2016, 20:18
Localização: Sgr A*
Banda favorita: Artillery

AnteriorPróximo

Retornar para Assuntos Políticos

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 3 visitantes